terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Na penumbra...


O frio embarga-te, a noite cai e nestes tristes meses de Inverno, todos regressam a casa.

Passeio em ti, palmilho cada bocado do teu ser ... procuro aquele brilho característico desta época.


Na penumbra perdida, quase sem luzes de Natal...



... a minha cidade!

24 comentários:

Mary Jane disse...

Oh, que lindo!

BS of Life disse...

Adoro o espírito do natal, põe-me mais bem disposta. :)

Patife disse...

Palavras que dançam essas. ;)

Nokas disse...

É a crise!

мα∂αℓ૯ηα disse...

Grande poeta....gosto do que escreveste :))

beijinho :)

Vera, a Loira disse...

Hoje estás inspirada. Adorei.

Eli disse...

Belas palavras :)

S* disse...

Gosto do texto... mas acredito que cada lugar tem a sua luz e esta é única.

Sofia disse...

Tão bonito!
Bom feriado

LadyBüg disse...

adorei! :)

Fios de Vida disse...

És uma poetisa:-) As luzitas de Natal este ano estão meias apagadas mas o espirito não pode faltar! Beijinhos

Eve disse...

LINDO! :)

Filipe Ribeiro disse...

Sempre gostei de passear pela cidade à noite...então se estiver de chuva...ainda melhor!

Marta disse...

Gostei deste teu lado, poético :)

Fresco_e_Fofo disse...

Até com a crise se pode fazer poesia.
Parabéns.

guida disse...

E ainda nem enchi a casa de luzes :( falta a vontade, confesso.

Daniela Pereira disse...

Eu sinceramente adoro o escuro, por isso é que o inverno me deixa tão feliz. Apesar de a camera não ter feito as decorações de Natal como o habitual, as luzes da varanda já iluminam a minha pequena cidadezinha.

Daniela Pereira disse...

eu não gosto de doces de natal.

Olhos Dourados disse...

Adoro o Natal!

Rosie disse...

que bonito :)

Miss disse...

Não é preciso luzes de Natal para uma cidade ser bela.

Rafeiro Perfumado disse...

Também pertences a uma daquelas freguesias que resolveu poupar nas iluminações de Natal?

Beijoca!

mafalda fernandes ♥ disse...

concordo plenamente contigo :)

Alguém... disse...

Muito bom*

 
temas blogspot