quarta-feira, 14 de julho de 2010

Labirinto


Sinto as costas quentes, não sei o que lê em mim, aquele rosto na minha direcção.

Sente-se o desejo que lhe corre nas veias, o encanto paira no ar e naquele momento, nada mais lhe importa.

Uma fonte de energia para o devaneio, para mais um dia de trabalho.


Sinto-me frágil sob tal olhar, baixa-me as defesas...


Este labirinto parece não terminar.


12 comentários:

Paginas Frias disse...

Adoro
Se estes olhares pudessem ser eternos!!

Vera, a Loira disse...

E o facto de não terminar até pode ser bom...

S* disse...

Mas sabe bem... parece-me. :P

Sofia disse...

Defesas baixas, mas alerta:)
Bj

Rafeiro Perfumado disse...

Daí a venda de GPS ter tanto sucesso...

Caia disse...

Por vezes pode até ser agradável, depende do meu estado de espírito.

Estar assim à mais de um ano, já começa a ser exagero. Não poder ir ao café ler o meu livro, relaxar,... sem ter aqueles olhos pregados nas minhas costas!

Nem com GPS vou lá...

Gato das Botas disse...

Mas termina no momento em que fechamos os olhos e adormecemos :o)

Gato das Botas disse...

Aquela foto foi tirada mais acima, a seguir ao Pinhão :o) mas Porto de Rei também não é nada mau :o)

Eu é que agradeço a visita :o)

Eli disse...

Inicialmente achei que o labirinto era bom, os comentários faziam crer que sim também. Mas afinal, esse labirinto já há muito que deixou de ser agradável...

Olhares são bons mas há barreiras, e quando são ultrapassadas fica o desconforto.

Aiden McKenna disse...

Caia disse...
Não sei como é possível conviver com uma coisa dessas debaixo do mesmo tecto!
eu é que num convivia com o que andas a labirintar

Donna disse...

Pois, fiquei naquela dúvida se é um labirinto bom ou mau :) Espero q seja bom.

Caia disse...

Algumas barreiras não podem ser ultrapassadas, não quando prezámos aquilo que já temos, que demorou uma década a ser construída...

 
temas blogspot